A Física no Lançamento de Foguetes de Garrafa Pet

Nas apresentações de trabalhos realizado durante o 1° Seminário das Licenciaturas do IFMT, as acadêmicas Andreia Costa da Fonseca (5° Semestre), Eslaine Oliveira de Souza (5° Semestre), e Franciely da Cruz Pachuri (5° Semestre), apresentaram na modalidade de objeto pedagógico, o trabalho intitulado ‘A Física no Lançamento de Foguetes de Garrafa Pet’.

A Escola Estadual 14 de Fevereiro, localizada em Pontes e Lacerda, realiza desde o ano de 2012, em parceria com o PIBID, o projeto de lançamento de foguetes de garrafa PET. O projeto tem por objetivo trabalharimagem091 de maneira lúdica conteúdos específicos de Física, tais como: trajetória, velocidade, aceleração, queda livre, aceleração da gravidade, força peso, momento, entre outros conceitos fundamentais de dinâmica do movimento. Após receberem orientações conceituais sobre os fenômenos físicos envolvidos, os alunos são estimulados a construir foguetes de garrafa PET para participar da atividade de lançamentos. Essa atividade já é um projeto institucional, no entanto também é uma atividade organizada pela SBA (Sociedade Brasileira de Astronomia), que atua em de forma interdisciplinar com as disciplinas de Química e Matemática. Essa experiência proporciona aos alunos um ambiente motivador, agradável e desafiador, pois desperta a curiosidade e o anseio pela descoberta. A construção do foguete consiste basicamente na utilização de duas garrafas PET comuns. Uma das garrafas deve ser cortada ao meio e fixada no fundo da outra garrafa, esta permanecerá inteira servindo como uma ponta para diminuir o atrito com o ar. A outra garrafa não sofre alterações, ela serve como um tanque onde são colocados os reagentes, vinagre e bicarbonato, que após a reação química libera gases que fazem com que a pressão dentro da garrafa aumente e expulse o líquido para fora servindo assim como propulsão para o voo do foguete. A estabilidade do foguete deve ser garantida com o uso de aletas laterais no foguete. A base do lançamento é uma das partes fundamentais do projeto, ela que irá garantir o controle do lançamento do foguete, ou seja, ela deve ser projetada para lançar o foguete no momento desejado. O projeto além de contribuir para o ensino-aprendizagem de conteúdos de física, química e matemática, estimula o espírito esportivo e a competição, uma vez que as turmas competem entre si, para ver qual foguete tem maior alcance. Como afirma Freire, “Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção”.

O trabalho teve como palavras-chave: Foguetes de garrafa PET, interdisciplinariedade e ensino-aprendizagem.

imagem092

O Evento

No período de 23 a 25 de maio, foi realizado no município de Jaciara, O I Seminário das Licenciaturas do IFMT, III Seminário Integrador do PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência) e o III Seminário da Licenciatura em Ciências da Natureza foi realizado entre os dias 23 e 25 de maio no município de Jaciara, e contou com a presença de acadêmicos e servidores dos campi de Pontes e Lacerda (Licenciatura em Física), Juína (Licenciatura em Biologia, Licenciatura em Matemática), Campo Novo do Parecis (Licenciatura em Matemática), São Vicente – Núcleo Avançado de Jaciara (Licenciatura em Ciências da Natureza), Rondonópolis (Licenciatura em Ciências da Natureza), Confresa (Licenciatura em Ciências da Natureza – Química, Licenciatura em Biologia, Licenciatura em Física).

Leia mais sobre o evento em: http://goo.gl/O18ocV

Confira a galeria de fotos: https://goo.gl/UzIyrF

Confira o vídeo: https://goo.gl/uLrz0T

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.